De Olho nas Crianças

De olho nas crianças, essas fantásticas e inocentes criaturas entraram em um mundo diferente e não conhecem os perigos porque ainda estão sob o véu da inocência e  pensam que estão em um lugar seguro. Somos todos responsáveis pelo bem estar e segurança desses visitantes que em suas novas aventuras estão quase sempre em perigo. Toda atenção é pouca, um dos maiores perigos é exatamente o nosso relaxamento.

Devemos ficar de olho nas crianças, principalmente porque elas crescerão e o que aprenderam com os nossos cuidados, servirão de lições básicas em suas formações. Os nossos filhos são o nosso maior presente, o nosso dever de protegê-los  abrange um universo imensurável, é de grandiosa importância a consciência de que somos nós os legítimos responsáveis, se a gente tentar fugir dessa realidade, com certeza perderemos o controle e a confiança deles.

Quando alertamos para ficar de olhos nas crianças, jamais pensamos em limitar ou controlar direitos, o que podemos e devemos é educar com conscientização, o mundo está diversificado, não podemos exigir que os nossos filhos tenham preferências iguais as nossas, o ideal é conquistar a confiança excluindo todo e qualquer rastro de medo, mesmo em situações adversas e estranhas quanto a nossa cultura familiar, precisamos de equilíbrio e de postura racional para debater ou combater sem ferir o emocional, se isso acontecer, teremos uma imensa dificuldade para reparar a gravidade de tal erro.

Somos nós a família, e se algum dos nossos filhos confiar mais em um estranho de que em nós, está tudo errado, não com eles, com a gente. Existem exceções é claro, mas na maioria dos casos foram as nossas falhas que alteraram a lógica. Não é fácil para ninguém assumir erros, mas é sem dúvida um ato de coragem, e isso não pode faltar.

O mundo está estranho e com uma velocidade acima do normal, vivemos em uma correria para acompanhar as mudanças do tempo, mas cansaremos , se a gente não encontrar tempinho para o nossos filhos, estaremos correndo para o nada. Temos tempo para as redes sociais, filmes, novelas, esportes, games, compartilhamos com estranhos, jogamos online, mas qual é a nota do boletim do filho? Esteve presente na ultima reunião de pais e mestres? Perguntou como foi o dia na faculdade, no trabalho, se precisa de alguma coisa.

De olho nas crianças, elas vão crescer e lembrar de tudo, não pergunte se tirou um dez, a nota é o que menos importa quando estamos dispostos a desenvolver o potencial eles têm, perguntar em pode ajudar, se colocar a disposição e se fazer presente, amar e orientar e compartilhar, essa nota vai para o boletim da vida e nunca se perderá.

Maninho.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.