A PREMONIÇÃO DE ASTREIA

      A premonição de Astreia sobre o que se tornaria a humanidade com certeza foi interpretada com precipitação, mas ela era uma divindade e morava na terra fazendo justiça, mas com a descoberta da era do ouro ela teve uma visão de que a humanidade se corromperia e trocaria a paz pela ambição e isso fez com que ela fosse morar no céu para não ver tanto sofrimento por qual passariam as pessoas, pegou sua balança e formou a constelação de libra.

Naquele tempo as pessoas tinham mais amor, visto que o coração era pesado com uma pluma de algodão, existia mais temor,  respeito e solidariedade, é lógico que desde o princípio também existiu violência, mas talvez devido a humildade as pessoas eram mais presentes aos lares e a família era algo sagrado. Na verdade nunca existiu o paraíso divulgado, porque onde só duas pessoas habitavam, não enxergavam e ainda tinham uma serpente por perto, isso é um pouco contraditório, mas não posso entrar nesse assunto, sou ínfimo.

A premonição Astreia aconteceu, veio o ouro, a prata, o dinheiro e o mundo desceu ao submundo da ganância e da violência proliferando assustadoramente. O caus foi instalado e junto a ele uma série de atributos negativos, o mundo passou a valorizar o materialismo e esqueceu que o lado espiritual é que pode de verdade a um verdadeiro paraíso, sem invejas, traições e serpentes. Mas parece ser muito difícil abdicar das nossas fantasias e entrar na realidade.

Muitas vezes temos mais do precisamos, mais somos insaciáveis quanto as nossas coleções e são tantos os estilos que algumas pessoas colecionam até maldades como se fosse o prêmio nobel da paz,  Pobres criaturas, pensam que a balança da justiça de Astreia está desativada, ledo engano, muitos de nós seremos pesados nela e poucos serão leves igual a pluma de algodão. Os tempos são outros e talvez ainda esteja bem longe do fim, mas os sinais começaram, maremotos, terremotos, guerras, desigualdade,falsos profetas, violência física e moral, dependência, talvez tudo isso e muito mais na premonição de Astreia.

Falam que existem sete céus, quem chegar ao primeiro agradeça,a ambição chegou a um nível tão absurdo, que já estão vendendo até o sudário de Cristo para quem quiser entrar no céu, mas esse negócio não tem garantia, a única certeza é que podemos conquistar um pedacinho do céu, fazendo o bem, amando mais, julgando menos e pedir a Deus piedade por todos nós e em particular pelos excluídos, se você não acredita em Deus, ele acredita em você.  Faça o bem, acredite nas energias das transições, eu você e a maioria não sabemos de nada, portanto somos incapazes de afirmar o que é certo ou errado, porque de anjos e demônios o universo está cheio, se nós não conhecemos a nós mesmos, como poderemos julgar os outros.

Nada está perdido, temos muito tempo para transformar a nossa insignificância em algo significativo, os humildes são leves, os arrogantes pesados, é bom pensar nisso porque no dia em que a nossa nave passar, talvez esteja muito cheia e nós precisamos entrar, ir para a balança da justiça e quem sabe com sorte, chegaremos a um dos sete céus.

      Maninho.

Tags

2 comments

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

top