As Marcas de Quíron

As marcas de Quíron estão visíveis em todo o universo, no entanto o mundo não está muito diferente e a humanidade continua procurando os caminhos mais fáceis, igual no começo em que a força era predominante porque era mais fácil bater de que pensar. Quíron foi adotado por Apolo e foi inteligente o suficiente para seguir seus ensinamentos, poderia com certeza misturar-se aos outros centauros devido ser originário da raça, mas mesmo que o fizesse, priorizava o mundo do conhecimento e divulgava com sabedoria com seus irmão filhos do sol e da lua.

As marcas de Quíron são referenciadas pelo seu sacrifício para beneficiar os humanos, sacrificou a própria vida para que o fogo existisse e iluminasse a caverna. Não é fácil alguém morrer pelos outros, mas nós já recebemos doações superiores e continuamos sem entender o valor desse sacrifício.

Quantas vezes colocamos as nossas vidas em planos secundários com o objetivo de fazer alguém feliz, mas nem sempre quem recebe a honrosa oferta, tem sabedoria para entender e agradecer, continuam mergulhados em seus hábitos e se julgam merecedores de muito mais, mas quando o destino assume o comando, choram e se desesperam por não terem valorizado o que receberam.

Ainda existe muito amor, pessoas que desistem para doarem resistências, permitem que o amor seja tão sublime, ao ponto de esquecerem de amar a si mesmo, tudo isso porque o sentido de amar é fortalecer a solidariedade e esquecer o egoísmo, transcender valores, os quais grande parte da humanidade desconhece. Exemplo específico, gratidão.

Imaginem a quanto tempo um homem morreu na cruz porque pregava o amor, e a mitologia fala Quíron que doou a própria vida em prol da humanidade, E quantas pessoas que anonimamente sacrificaram as suas vidas, poe doarem amor e receberem desconfortos e injustiças, sabemos que o ato de doar não exige retorno, mas no mínimo amor.

O mundo continuará assim por muito tempo, mas cada um de nós seremos contribuintes do bem ou do mal e não poderemos jamais nos excluir das nossas participações, não precisamos julgar ninguém por bem ou por mal, cada pessoa faça seu próprio julgamento, e se possível procurar as marcas de Quíron.

Maninho

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

top