Será Que Amar é Isso?

Será que amar é isso? Dominar , se apropriar, controlar, exigir, proibir, ordenar, ou será que amar é proteger, entender, respeitar, confiar, talvez essas diferentes formas de amar, sejam exatamente o que provocam as convulsões nos relacionamentos. Sabemos que temos mundos diferentes e jamais poderemos condenar ou querer administrar vidas alheias, mas precisamos analisar que tipo de amor é o nosso, que forma de amar nos adotamos. Ou será que amar é isso? prender, sufocar, julgar e querer.

Ah, cada um ama de um jeito diferente, mas porque algumas pessoas amam imitando tanta gente? E nem conseguem entender que amar não é se impor, muito menos desconfiar ou comparar, exagerar em proteções, desprotegendo, mesmo querendo o melhor, faz o pior, quando condena. É complicado, amor é um assunto delicado, porque envolve emoções, razões e corações.  Mas é preciso juízo, as vezes aos poucos somos uns loucos, passamos a agir, querendo exigir, definir, construir ou restringir, ficamos inconscientes, dependentes, carentes e inconsequentes,dominantes, arrogantes e prepotentes.

Isso é a gente, que no ápice das nossas estranhezas, pensamos ter certeza e pensar não é suficiente, mas a nossa insanidade é tão gritante, que a cada instante pensamos diferente. Somos estressados em nossas convivências, enganados por tantas aparências, a as nossas preocupações constantes, pelo o que possam pensar ou falar, mas por que querer justificar a quem nunca sofreu nem vai sofrer, quanto a nós, tá nem aí, se chorar ou se sorrir nada vai mudar, e em relação a quem amamos, como ficamos?  E quando a carruagem do tempo passar, nem vai lembrar, se sou eu, você, ou quem sará, que vai chorar por não ter aprendido a amar.

Será que amar é isso? Será que o amor vive disso? Difícil responder, mas para não sofrer, é bem melhor amar, sem se preocupar, com o que vai pensar, eu ou você.

Maninho

 

Tags

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

top